Eficácia da Acupuntura no tratamento da Dor Miofascial

Eficácia da Acupuntura no tratamento da Dor Miofascial

A eficácia da Acupuntura no tratamento da Dor Miofascial persistente em cabeça e pescoço.

Dor miofascial persistente em cabeça e pescoço é uma queixa frequentemente relatada pelos indivíduos e apresenta grande variabilidade nas abordagens de tratamento. A acupuntura é um dos métodos utilizado, especialmente em casos refratários. No entanto, ainda faltam evidências mais definitivas que suportem sua eficácia. Dessa forma, o objetivo desta revisão sistemática foi revisar todos os ensaios clínicos randomizados publicados sobre a eficácia da acupuntura. Do total de artigos selecionados, apenas 6 artigos publicados entre 1991 e 2006 foram considerados elegíveis, sendo que a dor miofascial deveria ser limitada à área de cabeça e pescoço e persistente por pelo menos 30 dias. Ainda, os estudos deveriam incluir a técnica de acupuntura ou de agulhamento a seco de ponto de gatilho, número e duração adequados de sessões de tratamento/acompanhamento, intensidade de dor avaliada pela escala visual analógica (EVA) ou escalas semelhantes e o questionário de qualidade de vida (SF-36, na sigla em inglês) como medida de resultado. Em todos os estudos, houve redução da intensidade da dor pela EVA em comparação ao placebo (técnica simulada) ou grupo controle sem intervenção). Em contrapartida, a melhora na pontuação do SF-36 foi relatada em apenas 3 dos estudos e, por isso, os achados desse desfecho não podem ser extrapolados. Os autores concluem que há evidências moderadas da eficácia da acupuntura no tratamento da dor miofascial regional persistente na região de cabeça e pescoço e relatam que há ausência de eventos adversos graves e baixa taxa de desistência. Por fim, ressaltam a necessidade de ensaios clínicos randomizados com maior qualidade. Farag AM, Malacarne A, Pagni SE, Maloney GE. The effectiveness of acupuncture in the management of persistent regional myofascial head and neck pain: A systematic review and meta-analysis. Complementary Therapies in Medicine. Esta resenha foi produzida por Paula Cristina Jordani Ongaro da Comissão de Ensino e Pesquisa da SBDOF.


Para saber mais, marque sua consulta agora mesmo!



Voltar para artigos
whatsapp
whatsapp